26 de abril de 2006

Raiva?

Sentimento estranho que revolve entranhas e destrói sorrisos.
Há sombras que se misturam, imagens que se revoltam e desaparecem, palavras que desvanecem com violência da mente. Há uma porta trancada com a fechadura roída pela ferrugem. Há uma janela que bate incessantemente e faz saltar a tinta branca da madeira, duas lágrimas contidas a encher os olhos, dois lábios cerrados, encostados a uma alma inquieta devastada pelo vento.
E depois há dedos nervosos a balançar agilmente a caneta, unhas frágeis entre os dentes irrequietos, uma respiração entrecortada que não deixa sossegado o coração. Há palavras arremessadas contra os momentos que magoam, palavras que escorregam suavemente na pele e deixam marca. Há olhares aflitos, há fotografias manchadas de sal, espaços vazios do sol, feridas abertas que sangram, cicatrizes escondidas...Punhais pousados nas mesas, espadas encostadas ao sofá.
Há um cheiro de luta no ar, mas as cores que vejo vêm das tuas lágrimas...

22 comentários:

HoneyWitch disse...

peço desculpa pela demora..mas andava mesmo preguiçosa pa passar qualquer texto po pc..=/

Diana disse...

epa..tá tao forte, que nem sei o q dizer :| **

rtportinha disse...

Lágrimas de luta, lágrimas transparentes, e ao mesmo tempo coloridas... enfim, é a tua magia... :)

Beijinhos****

Procyon disse...

Um turbilhão de coisas negativas...
O que é a raiva afinal?

(Sentir raiva é algo muito forte.
Não sinto raiva de nada q não seja eu próprio. Por ser como sou, por não conseguir ser melhor.
Mas sei q sim, q muitas vezes sentimos raiva, momentanea ou mesmo eterna. Não sei... é tudo sempre tão relativo...)

StupiDreamer disse...

há..

Landrowsky disse...

fantastico, e mais palavras para quê?adorei...fikei abismado com tamanmha perfeiçao...tocou-m imenso este texto...transmite muita coisa,muitos sentimentos...nele sente-s a tua alma...muito bom...parabens....beijinhu*

Landrowsky disse...

será k sem esta raiva ñ estariamos num mundo melhor?sera k so pensamos em nos,ñ olhando em nosso redor?ñ sei ond t livras da raiva mas sei ond encontar um pouco d calma,vem para o meu lado e entao acalmar-te-ei a tua alma...estou a rir,mas ao mesmo tempo falo a verdade, por vezes tentamos eskecer ñ olhando pa realidade.o mundo frio e escuro k nos entristece,ñ deixando d lutar pk a alma ñ esmurece...vive cada segundo deixando a raiva toda de lado,vive a tua felicidade e eleva-a ao ponto mais elevado...beijinhus*

Alexx disse...

Poderoso, sentido, profundo. E no entanto leve como toda a tua escrita :)
É isso msm, a nossa raiva lança-nos numa espiral de batalhas perdidas e lágrimas por derramar (sejam elas de que cor forem). Pela raiva tornamo-nos cegos aos demais e cegos ao nosso próprio coração. Com a raiva arrasamos tudo com uma só palavra, um só gesto um só olhar. Raivaé igual a (auto)destruição; devemos evitá-la e, s n o conseguirmos, derrotá-la numa luta pessoal e intransmissível.
Gstei mto, cm sp :)
Bjinhu***

black_bird disse...

gostei imenso do texto. a raiva pode ser bem explorada e excomungada através de palavras, através de um texto. quando não passa disso ela acaba por ser quase quase inofensiva ;)

beijinhos e bom fds****

Cynath disse...

Este é um daqueles textos com os quais me não consigo identificar. Simplesmente não consigo sentir raiva das pessoas, salvo excepções muito muito raras. Não me lembro do que é sentir isso, mas no entanto o teu texto dá-me vontade de o experimentar... Afinal de contas, sem emoções fortes, deixamos apenas os dias passar.
Adorei.
Rodrigo

Klatuu o embuçado disse...

Chora às cores???Huummm... deve ser peste!;)

Suntory Time disse...

A raiva é um sentimento muito estúpido. Não nos faz sentir melhor, não melhora a situação; faz-nos dizer coisas que não devíamos e fazer coisas das quais nos arrependemos depois.

Mas às vezes é inevitável. Sentimentos estúpidos são caracteristicamente humanos.

Gostei muito do texto **

Super_Guilho disse...

sentimentos tristes k as xs n conseguims paxar po papel... ta ca dentro ms n sai... a inspiraçao é deveras tao forte, tao intensa ms tao triste k a caneta nos foge das mãos e os sentimentos tentam escapar do seu mais recente destino... o papel!

bjxx** GuIlHo

Gavi disse...

forte... gosteiii! ms ficas melhor a sorrir espontaneament (ker.m parecer ;P)

Sofia disse...

eu acho que é bom sentir raiva ;) Mt bom o texto... ***

Sara disse...

Descreves na perfeiçao aquilo que sinto neste preciso momento...

"Há um cheiro de luta no ar, mas as cores que vejo vêm das tuas lágrimas..."
Perfeito...

Bino disse...

É verdade tudo o que está escrito, um texto muito bom!
Continua.
bjnhu

PaTu EsTreLadu disse...

Há um cheiro de «dor» no ar, mas as cores que vejo vêm das tuas lágrimas...
Mt bon...deixas uma marca indelevel de sentimentu por todas as letraas..lindu!

Filipe de Arede Nunes disse...

Tristemente brilhante, tem momentos de uma lucidez literária espantosa e metaforas e imagens brilhantes. Gostei da ideia das fotografias manchadas de sal e das palavras que deixam marcas! Gostei muito, os meus parabéns! *

_XugarSpice_ disse...

Eu gostei mesmo muito do: "Há palavras arremessadas contra os momentos que magoam, palavras que escorregam suavemente na pele e deixam marca..." Principalmente a última parte... Somos como uma tábua linda quando pregamos um prego por mais que o retiremos ficam lá sempre as marcas...

Lindo mesmo, parabéns!!

Adorei!

A raiva, é bom descontá-la no papel...
Não é estranho que quanto mais atingimos o outro mais palavras duras e frias surjam? Sentimos que estamos a ganhar...

*******************

GK disse...

Parabéns pelo talento. Vou voltar cá muitas vezes (já adicionei o teu link ao meu blog, se não te importas...).

Felicidades e continua a escrever SEMPRE!

Eliel Bermudes disse...

Magnífico o pensamento. Exprime algo que realmente acontece.