9 de janeiro de 2007

Gostar de ti foi como rebolar por uma encosta de silvas, houve tanta coisa que me fez sangrar. Mas como as silvas têm as amoras tão doces, tão apetecíveis...Eu não me importava de continuar a picar-me para colher esse teu sorriso que reflecte o luar e provar do doce brilho dos teus olhos.

Sabes, quando era mais novo corria pelo campo sem me preocupar com os arranhões que surgiam inesperadamente nas minhas pernas ao final do dia...Agora também não vou desistir das amoras só porque as silvas me ferem a pele com gosto. Isso seria como esquecer a beleza de uma rosa só por que ela tem espinhos.

Mas estou cansado de curar os ferimentos ao fim de cada dia e voltar ao mesmo no dia seguinte. Se ao menos eu não gostasse tanto de amoras...

18 comentários:

Gavi disse...

LALALA já tinh dito AMEI, tá brutal...

eu tenh os joelhos tds c cicatrizes =X é péssimo ms é sinal d 1 infância vivida e mt bem vivida...

há cicatrizes e cicatrizes, e há q viver pa aprender...

s vale a pena, continua a deixar.t ir ;P gosto.@

Anónimo disse...

Ta espetacular o teu texto... Dorei:)

Anónimo disse...

Ai eu tb gsto tt d amoras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

O txt tá mto fofo, adorei!!
Sem gds inspirações pa xcrever mais, mas gostei do toque suave de primavera lá pa finais de maio, com o sol a brilhar e um calorzinho agradável no ar :) :)
Mesmo com as silvas as amoras sabem sempre tão bem :)

Bjs gds*************

Suntory Time disse...

Essa amora pareceu-me um cérebro muito estranho quando a vi pela primeira vez.

Bom texto **

Berlengas disse...

Tambem gosto MUITO de amoras...

patiXa_ disse...

Também gosto de amoras e gostei do teu texto, como não podia deixar de ser =)
Tenho de vir cá com mais calma para ler o resto, já não passava aqui à muito tempo...

Beijinho ^^

Lenynha disse...

Entrei aki por acaso..e AMEI o texto..!!

Beks disse...

Suponho que para termos cicatrizes, arranhões e lágrimas caídas, eles nascem sempre de uma luta interior entre o que nos magoa e puxa simultaneamente...

Mas eu gosto de cicatrizes...E de amoras ;).

E de ti*

Anónimo disse...

só tens de decidir qual é o teu limite...

Boa sorte.

Anónimo disse...

:)
as amoras e os espinhos fazem parte... de tudo...

resta saber se compensam todos os arranhões!

MiLady disse...

as vezes as amoras podem dar dor de barriga..

Diana disse...

pois é.. o nosso problema é gostarmos demasiado de amoras.. xD as amoras, ai as amoras!

Daemon disse...

Mais um pedaço de um segredo que li com enorme prazer :)

Se arranhoes e sem amoras, a vida não tem sabor, mas tudo o que é demais enjoa, neh? ;)

bacci

Anónimo disse...

Gostei muito! :)

Anónimo disse...

Gostei muito! :)

Anónimo disse...

Gostei muito! :)

Pedro disse...

Este é daqueles textos com que 1001 pessoas se conseguem identificar :)

São boas as amoras sim senhora, são da melhor coisa que há no mundo, e muita dessa razão de ser é precisamente pelo facto de estarem rodeadas de silvas. É que todas arranjadinhas, já no prato, sem termos sido nós a colhe-las, não têm o mesmo sabor...

Joana disse...

e uma amora depois de uma picadinha numa silva, sabe mesmo bem. :)

está tão lindo. mesmo!