16 de maio de 2008

Mais um passo, um avanço. Levamos nos bolsos as juras de mais sorrisos, as promessas de abraços futuros. Guardamos nos olhos o brilho daqueles que nos fizeram felizes nestes três anos.
E as memórias abrigam os momentos marcantes,:tristes ou alegres, aflitivos ou descontraídos. Cada segundo foi parte de uma vida que partilhámos, uma vida que partilharemos para sempre por muito afastadas que estejam as nossas mãos.
E agora...carregamos nos ombros as certezas do que aprendemos, as dúvidas do que virá. E com a voz embargada e a garganta apertada mostramos com orgulho os sentimentos, as pessoas que nos mudaram, que nos fizeram crescer. O tempo escorre-nos pelos dedos a cada pôr-do-sol desta cidade, a cada meia-noite cantada em serenata sabemos não poder voltar atrás. Angustia-se o coração e os pulmões encolhem-se no peito. Capas negras de saudade, dizem. S-a-u-d-a-d-e. Sim, capas que nos aquecem os ombros e disfarçam as lágrimas que caem. Capas que são portas para outras vidas, outras emoções. Capas que nos protegem e resguardam nas frias noites em que nos faltam partes da alma.
Estendo a minha capa a vocês, à partilha de sorrisos, às mãos dadas no meio do choro, aos abraços apertados e às palavras especiais...a Lisboa, uma cidade que soube amar por vocês, com vocês. Tudo isto aprendi convosco...tudo isto é muito mais do que eu posso dizer. Muito mais do que poderei agradecer, por isso deixo que os meus olhos o façam por mim.


Vou sentir falta de tudo: das gargalhadas nos corredores, das conversas longas nas escadas, do jogo da forca, das parvoíces, das tardes nos bancos de madeira, das tardes na Gulbenkian, dos passeios, das brincadeiras, dos risos de todos e de cada um. Mas acima de tudo dos vossos sorrisos à minha volta....


E todos sabemos que as fotografias nunca apanham TODA a gente, não quer dizer que não estejam no nosso coração.

11 comentários:

Beks disse...

TITE!!

Já me fizeste chorar.
Está a ser um dia emotivo. Nem quero pensar no de amanhã.


Muitos dizem, "3 anos, oh, o que é isso, passa a correr". É verdade. Passaram a correr. A correr passaram sorrisos, choros, medos, confortos, conversas, gargalhadas, jantares, almoços, lanches e pequenos-almoços. Tivemos tudo em três anos, tivemos vida.

E não admito que cesse com o final deste ano. Vamos estar ocupados e em estágio. Vamos chegar cansados ao final do dia. Mas Lisboa vai estar connosco, vai querer ver-nos juntos, a sorrir, diariamente, uns para os outros, uns dos outros.

Obrigado por terem sido o que foram, cada um de vós, ao longo deste período. Marcaram aquilo que sou e juntos fizemos nascer um nós, melhorado, mais completo.

Parabéns a NÓS.
Pelo curso.
Pelos sorrisos, choros.
Pela amizade.
Pela vida.
Por nós.

Tiago disse...

as palavras faltam-me ao imaginar o que vos vai na alma,ao saber que ja nao se vao ver a toda a hora, todos os dias mas fico contente por saber que não se vão separar como amigas,que vão ficar todas perto umas das outras e que vão continuar a animar a vida dos lisboetas (tipo...euu!!)=P voces sao algo de fenomenal e o k vos une é algo muito dificil de encontrar e pr isso sei tambem k "CC" nao acabou,apenas esta numa fase diferente em k viverao muito mais os momentos em k estarao juntas,sim,ainda maiss:|:|, la vou eu andar a armar-me em menino e dizer k nao bebo senao voces matam-me:P

SAO ESPECIAAAAISSS!!!!!;)

vera disse...

já tenho saudades! podemos voltar? amo-vooos *

(e aqui também nao apareço, mas pelo menos no da bekas tive direito a nota de rodapé *humpf* se nao gostasse tanto de voces, amuava)

rtportinha disse...

Foram 3 anos em k mt se passou. Houve momentos de franco desânimco e cansaço. O k vale é k foram mais as alturas em k a amizade e o amor cantaram mais alto, pk isto de amar é uma canção… E agora k estamos a chegar ao fim, as saudades começam a apertar. Na manhã da bênção, senti uma emoção k nunca esperei sentir… estava ali com pessoas k tanto me deram e n sabia mt bem como reagir à força k vinha dos “gritos de guerra” e das pastas no ar. Sei k estou a acabar um curso k vai ser importante para o meu futuro, mas sinceramente n é nisso k mais penso. Penso sim k a vida n pára e k há coisas k n voltam. N posso deixar de abraçar com as minhas palavras (e tb ao vivo) as pessoas k mais me marcaram e das quais roubei um pedaço k guardo comigo. Sei k há muita gente k fica de fora, mas todos sabemos k há kem nos deixe marcas mais fortes, é normal. Por isso: Tatianas, Lisa, Rebeca, Marta, Cláudia, Marlene, Nuno, Miriam, Tânia, Inês… OBRIGADO. A cada um de vocês ficam mil coisas por dizer. Peço-vos por favor k nunca mais saiam da minha vida, pk eu tb n vos vou abandonar. Sei k tudo isto são lamechices, mas caramba, eu sempre fui assim… kem nos terá deixado os sentimentos como herança?... Vão estar sempre no meu coração. Acreditem k é verdade. Ah, e façam-me só mais um favor: usem o k sabem e o k sentem para construir um mundo melhor, mas usem mesmo. Até sempre, amigos.
Ruben

NM disse...

Único...

patiXa_ disse...

Isto está diferente, está giro!
Nem de propósito, acabei de publicar uma coisinha no meu blog e vim espreitar o teu, há imenso tempo que não passava cá ou noutro qualquer, e não pude deixar de reparar que escrevemos as duas sobre saudade. Andamos com sentimentos semelhantes ainda que por razões diferentes.

=)

Gavi disse...

foram 3 anos q passaram mas acima de tudo foram os primeiros 3 anos que passaram de uma vida que se há.d prolongar durante muitos e muitos anos, não escapam tão facilmente. a benção apesar de alegre foi emotiva, vcs foram e continuam a ser a razão por que CC me prendeu até ao fim, disse.vos no princípio e digo.vos agora, no fim do curso. AMO.NOS!

Eddie Hunter disse...

Tudo o que disser aqui vai cair em duas categorias: maricas saloio ou idiota que não sabe escrever. Por isso, não me vou demorar. Quero apenas que levem estas palavras muito a sério, porque apesar de banais e repetidas até à exaustão no dia-a-dia, acreditem que para mim dizê-las tem um significado muito forte (até porque não as digo muitas vezes com este significado) e sinceramente acho que ao longo destes três anos não as disse vezes suficientes para o que a maior parte de vocês merecem:

Muito e muito obrigado.

Definitivamente não vos vou esquecer... Nem quero perder o contacto =)

Nuno

PS: este post constituiu uma excepção maricas na minha existência viril. Excepções como esta têm-se repetido nas últimas semanas mais do que seria desejável, por isso vou ali ver um filme do Van Damme e comer uns tremoços a ver se passa.

João Guilhoto disse...

Comentar textos como este têm sempre um duplo sentido. Primeiro o factor literário, que é o facto de o texto ter sido escrito de uma forma tão sentida e tão verdadeira, para além do facto de estar muito bem escrito, o que dá proporciona um texto esteticamente agradável à leitura. Em segundo lugar e este é o ponto principal do sentido do texto, é ele estar dirigido para as pessoas que o comentam. Dizes bem "Mais um passo, um avanço", um passo sem dúvida para o avanço da amizade, um passo para o fim duma época que a memória vai manter viva e que a preservação destas amizades, que eu tenho a certeza que vão viver num futuro. "Saudade", aqui está uma palavra bem portuguesa que só ao empregá-la nas nossas línguas arrasta a saudade pelo campo nostálgico de todos os momentos vividos por todas estas pessoas. Lisboa é cenário, a faculdade monta, filma e nós somos os actores desta vida que realiza filmes como este.


Beijinho grande e obrigado!

Guilho*

MiLady disse...

como e possivel q ainda nao tivesse visto este post?
tres anos parecem pouco para tanto que se viveu, para tudo o que se partilhou. mas mais anos virão, é certo, porque estaremos sempre lá. todos. sempre tão diferentes, mas é isso mesmo que nos dá graça, que gostamos em nós, completamo-nos uns aos outros e aprendemos a lidar com cada feitio.
lembrar-me-ei dos anos da faculdade como os melhores, porque nós somos realmente os melhores! :P
amei conhecer-vos e vou amar ter-vos sempre comigo, sempre por perto,sempre, sempre, SEMPRE.

Nós para sempre :)

Fábio disse...

nao sei se verás este comment meu...pk ja ha quase um ano que postaste este texto...de qualqer das formas qeria dizer qe agora sou eu qe vou passar por isso...por esse momento em qe a saudade é a chuva qe nos cai na cabeça...vou passar por isso poqe há coisas qe nao se podem esqecer...a saudade...diz-nos qe crescemos...é o pozinho ao nosso redor qe nos faz brilhar e sorrir...somente por sabermos que valeu a pena tudo TUDO tUDO...


tudo...o qe vivemos nestes 3 anos