13 de março de 2012

Esquece

Esquece a luz do sol que te aqueceu. Esquece a voz que te acalentou o sonho. Não te lembres de relembrar os momentos desenhados a sorrisos e brilhos no olhar. Esquece e recomeça. Aquilo que esqueces não te pode magoar.

4 comentários:

Old Eagle disse...

Sua poesia faz falta, sabia? Sua ausência é preocupante! Abraços.

Old Eagle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno disse...

entre querer esquecer e saber esquecer vai uma vida de não viver... (que rima pirosa mas percebe-se...)

Anónimo disse...

o problema surge quando te lembras do que já te tinhas esquecido...