9 de julho de 2013

Se sabes

Se sabes o que não queres, sabes o caminho que levas. Se sabes quais são os caminhos, a escolha é tua. Não é fácil, mas é tua. Se sabes o que te faz sorrir, procura esse olhar. Procura sem esperança de encontrar, tira o peso dos ombros e procura enquanto vais vivendo. Mas vive. Se sabes alguma coisa, vive. Se sabes o que te aquece o coração, faz a fogueira e deixa arder. Faz acontecer. Se sabes, vai à luta.


E quando não souberes, inventa. Inventa um mar de água morna, uma cama de rede que te guarde os sonhos. Estica os dedos e molda uma realidade pintada com as cores que tu escolheste. 

Se sabes, faz. Se não sabes, inventa. O mundo é teu e, às vezes, não faz mal não saber.

1 comentário:

VITORNANI disse...

Talvez seja esse o segredo da vida...Não faz mal não saber! Abraços!