28 de novembro de 2005

E repito em surdina...”Sossega coração!”...

E procuro às escuras, sem querer acender a luz...Baixo os olhos e encosto a testa ao pulso, permaneço assim, caída sobre os meus braços, como se não tivesse mais nenhum lugar para repousar.
O tic-tac violento parou abruptamente e as horas deixaram de passar, já não sei onde estou nem porque parei.
E não consigo perceber, o meu coração saltou...jaz demorado nas minhas mãos, mordisca-me os dedos e diz que precisa de continuar a bater.
Nunca o tinha ouvido antes, ainda que fosse imperativo, não entendo porque o ouço agora, tão alto como as gotas salgadas a caírem-me nos joelhos, tão desesperado por alento com os meus lábios por um sorriso.
Tenho os pulmões dormentes, as costelas ferem-me, todo o meu corpo me rejeita e o meu coração continua a mordiscar-me os dedos e a chamar por mim...
- Cala-te porra! Preciso de pensar...

14 comentários:

Sweet Patrice disse...

Tá brutalíssimo, Tatiana! Que belo blog aqui tens..adorei ler-te! Tenho que examinar isto tudo com atenção. Parabéns, pequena :) Beijinho da colega :P*

Mesquita disse...

Gostei imenso do final... Fez-me lembrar alguém...

Anónimo disse...

E quando o coração bate, não há nada a fazer... depois... bem, depois, ou lhe fazemos a vontade, ou deixamo-lo ficar a flar sozinho, com medo de nos magoarmos... "é uma escolha que se faz"...

Beijinhos - Ruben

Suntory Time disse...

Essa última frase diz tudo... Gostei muito ***

Filipe de Arede Nunes disse...

Bem, agradecendo a adjectivação, devo dizer que creio que a genialidade reside é aqui. Com bastante ritmo, uma boa descrição metaforica. Parabéns.

StupiDreamer disse...

mas ele não soseega enquanto não o deixarmos falar =/ só que ele não sabe nem deixa pensar, só quer sentir =X* gostei ;)

Anónimo disse...

hm... escreves taoo bem (nem pareces minha prima) =P bem bem inda nao entendi bem esta historia..amanha vais.m contar os promenores tdoss!!! =D isto e´, se tiveres tempo!;) beijao oh "pekena" escritora k eu tenh imensas saudades!!**

sara*

Ghost Reverie disse...

parabéns plo post! gostei, tens jeito!
kem nnc esteve apaixonado?? é inevitável! deixemos os nossos corações berrar e sentir.

**** cntinua, em frente e pela sombra, é o caminho

Super_Guilho disse...

É verdade minha kerida amiga... o coração as vzx prega-nos partidas, às vezes ele impôe-se mesmo a nós e faz valer as suas razões, porque o coração tb faz parte de nós e nos tems d o ouvir as vzx, seguir o caminho k ele nos indica e por vezes fugir à realidade da razao! Segui o teu coração e ouve o k ele tem pa t dizer, pk akilo k ele t dixer e akilo k tens d fzr!! bjxx**

Guilho

Gavi disse...

xD mtoooo linduh!!
Pensa ms lembra.t k às x tems d o ouvir e faxer o k nos manda (outras, apesar d mais difícil, o melhor é naum o faxer)! Dsc s t confundi... =S * bjUUUUU *

«Karllus» disse...

Sim, por vêzes é preciso mandar "calar" o coração. Ele pensa demasiadamente doce.
bjs

Alexx disse...

Há vezes em que tudo pára, em que o silêncio nos envolve e só se ouve uma pequena voz contínua, insistente, irritante, que não se cala nem para nos deixar pensar... ou então não se cala precisamente para não nos deixar pensar. Porque sabe que se continuar a insistir e a falar no silêncio do mundo, nós finalmente dar-lhe-emos ouvidos, aceitando o que ele tem para nos dizer e fazendo a sua vontade. Porque entre a razão e o coração, "a razão, sendo a mais sensata, cede sempre aos desejos do coração".

Procyon disse...

Speechless...

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! » »