13 de janeiro de 2006

Mas...

Havia uma leveza no andar, uma alegria inconsciente no falar e uma sedução ingénua no sorriso. Um passar de dias coloridos, um fluir de palavras sem preocupações...Caminhava despreocupadamente com os braços soltos no balançar das suas pernas, o mundo não lhe pesava nos tornozelos, mas houve alguém que lhe deu a mão. Alguém que lhe tocou os dedos como ninguém tinha feito, alguém que lhe tentou aquecer as mãos sempre geladas, alguém que sem querer ficou preso e por vingança a prendeu. E esse alguém fez questão de desarrumar tudo e perder no meio da confusão algo valioso, algo que agora ninguém quer procurar.

16 comentários:

Ruben Portinha disse...

é por isso que devemos ir ganhando coisas ao longo da nossa vida, mas sem nunca perder o norte... (se calhar era a tal coisa valiosa... ou talvez não...)

Beijinhos grandes!

Super_Guilho disse...

as vzx paxamos d um estado para otro na noxa vida... parece k ta td bm mas d repent perdemos algo, algo valioso, k nos fax falta e k nos ilumina... ta mt bom!! gostei do tema!

bjx** GuIlHo

Rito disse...

Só há uma coisa a fazer.. Voltar à mesma leveza no andar, à mesma alegria inconsciente no falar, à mesma sedução ingénua no sorriso, ao mesmo mundo de despreocupações, mas tendo aprendido algo com tudo o resto...algo muito importante que só tu tens de saber!

Beijinhos

Mesquita disse...

Primeiro que tudo, tenho de referir que adorei o texto.

Posteriormentem, acho que o importante mesmo é saber seguir em frente, não querendo sequer procurar esse "algo valioso".

Mas isto, já sou eu a comentar um blog às três da manhã...

Ghost Reverie disse...

já sabes q adorei; escreves mt bem! tás de parabéns, mais uma vez!
é a vida tal como ela é, o significado das pessoas, os nossos sentimentos...
cntinua

*****

Beks disse...

Antes de mais a foto ta girissima =D..
E o texto...soa-me a algo que começo a conhecer de perto...
A tua historia, as tuas dúvidas...
E porque começo a conhecer bem alguem que se assemelha muito a mim, sbs q tens aqui uma amiga com quem contar seja para o que for...
Quanto mais nao seja para nos passarmos as duas com duvidas iguais =D LOL
Beijoca*

Tranki disse...

Texto fantástico, para nao variar, e foto muito bem conseguida! Mais uma vez, os meus parabens por um agradavel momento de leitura!

_deXter disse...

epa eu ja devo ter dito que dominas a escrita.. mas volta a dizer..
:D
***
keet it up

Suntory Time disse...

Eu até podia comentar o texto, mas estou a olhar para a foto e a pensar no pijama... Sua bruxa mais que indecente.

StupiDreamer disse...

depois dies que nao queres vestir o pijama :P
quanto ao texto..acho que sie do que estás a falar =X
mas tens de perceber a imprevisiblidade da ironia que é a vida e os seus múltiplos caminhos.quando certas pessoas ou situações nos aparecem de rompante e v~em desarruamr tudo é porque secalhar tinha de ser e o que achávamos como sempre ecrto secalhar não era...temso de abrir o nosso coração aí e deixá-lo escolher e seguir**

Cynath disse...

Coincidências...
Vim por acaso ver o teu blog e não é que o primeiro post teu que vejo me acerta num ponto sensivel?!
A única coisa que posso comentar é que um inverno, por mais frio e morto que seja, nunca dura os doze meses do ano...um verão, por mais curto que seja, pode sempre dar recordações para um ano inteiro!
Blog muito bom! =)

patiXa_ disse...

Existe sempre um "mas", e o caos vem sempre espalhar-se dentro de cada um de nós.
Eu ando a arrumar há tempo demais... e como podes ver, é assim que nasce e existe a loucura da autora daqueles textos.

f7 disse...

hmm.. às vezes..acontecem coisas que nos prendem..outras..perdemos algo..inesperavelmente..!
nisso..(cm tu dzs)..surge a perda de algo..mas é impossivel..ninguem procurar..!
as coisas tao sempre a acontecer..!
ja sabs cmé!! ;)

ahh..esa fotuh..cuidado..!!
para algum concurso..ehe.. :p

bjitu..

PEace!!* *

Caracol disse...

"alguém que sem querer ficou preso e por vingança a prendeu"

O que posso dizer... simplesmente lindo!

PeaGeorge disse...

É engraçado, a vida prega-nos partidas qd menos esperamos...despreocupados, abstraídos de tudo e basta um olhar, uma frase de alguém para que o nosso mundo ganhe vida.E essa pessoa prende-nos~e ao mesmo tempo liberta-nos do definhar q era a nossa vida e dps assim tão depressa como apareceu desaparece, talvez por pensar q n conseguiria alcançar-nos qd na verdade já nos tinha tocado nas profundezas do nosso ser. Por vezes para nós é importante q esta desarrumação aconteca para nos renovar e ter crença e esperança em algo de bom e melhor para a nosssa vida, se n pelo simples facto de deixarmos de viver centrados no nosso "eu" algo muito comum hoje em dia. Bjs continua a excelente produçaõ de textos magníficos!

«Karllus» disse...

A desarrumação inquietante provocada por alguem que não nos merece, é por vezes dificil de "concertar", mas não é impossivel.
Uma via tem dois sentidos: um que vai e outro que vem. O que é preciso é escolher o lado contrário ao que seguiamos, para que a alegria possa trazer de novo a leveza no andar. ( e os tornozelos não sintam todo o peso do mundo).
bjs