3 de setembro de 2007

Simples

De pés cruzados e joelhos afastados, sentada no chão poeirento, brinca com um galho seco de uma videira. Sente o sol quente nos braços frágeis e rechonchudos, ouve com atenção todos os ruídos do campo num fim de tarde estival. Delicia-se com o vento macio que lhe beija a pele descoberta como uma carícia. É criança, sabe que o mundo todo lhe cabe numa mão e que todos os animais sabem cantar. E de repente levanta-se, sacode o pó dos calções curtos de algodão e corre em direcção a uma pequena nascente emoldurada de verde vivo. A água é límpida, o elixir da vida, o líquido que tem o segredo da alegria eterna. E para esta criança o sabor daquela água é melhor que um chupa-chupa de morango ou um gelado de caramelo. Sente-se mais feliz ao esticar os seus pequeninos dedos à água fresca e saboreá-la nos lábios quentes e na língua sedenta pelo calor. Volta a sentar-se no chão desta vez para observar de perto um formigueiro em fase de construção: vê com atenção e repara que as formigas tiram a terra em bolinhas e deixam-na à volta da entrada, pensa que é isso que a mãe faz quando está a limpar a casa, põe o que não quer cá fora. É tudo tão simples.

12 comentários:

Ricardo Mesquita disse...

Tenho saudades dessa simplicidade...

Enfim, "Young boys should never be sent to bed... they always wake up a day older"... E a idade torna tudo mais complicado...

SoNosCredita disse...

é!

pormenoridades, lá está :)

MiLady disse...

ah..como e bom ser-se criança sem preocupações..cada ano que passa parece que temos mais e mais problemas, mais passado que magoa, mais coisas que não são simples como antes.

(também quero beber dessa nascente, será que me torna de novo criança?)

Lenynha disse...

De facto é tudo muito simples, mas o ser humano adulto parece que gosta muito de complicar tudo!

*ScOrPiOn* disse...

As crianças tendem a simplificar!

Amei :D

Sonhos e Devaneios disse...

saudades de voltar a ser criança.....gostei muito do que vi aqui, beijos joao

GK disse...

É verdade. Mas, ainda assim, não gostava de voltar à minha infância. :(
Bj.

alma disse...

Ao acaso entre os casos, por espaço de não sei onde ir dar, blogs e mais blogs, entrei aqui. Parei, olhei e continuei a observar, li, deliciei-me e confesso que entre mais um blog, este foi mais um que gostei. E tudo é tão simples e os segredos são uma das formas de dar sabor à vida. Muito bem. Parabéns.
Abraço da Alma

Fabio Paulos disse...

a simplicidade acima de tudo!!!
cada ano que passa temos mais responsabilidade e problemas, tudo se torna mais complicado!


bjx

Alexx disse...

Quero voltar a ser criança!!!
Não quero deixar morrer a eterna criança dentro de mim!!!
Lindo como sempre... simples... lindo na sua simplicidade******

Manuel Marques disse...

Texto delicioso! Como tudo o que escreves!

E não há nada melhor na vida que vibrar com as coisas simples. Com as crianças e a sua falta de complicação... para isso bastamos nós os adultos!
Engrandecem-nos e acima de tudo fazem-nos lembrar que se calhar até arranjamos algum tempo na loucura do dia a dia para VIVER, mesmo que a mania seja dizer o contrário!

Beijos!!!

Anónimo disse...

eu
fico triste por esse mundo ser tao cruel as pessoas cada vez piores muito sofrimento violencia e cada dia funda uma igreja e ]em cada esquina e nao ta salvando ninguem
uma coisa eu falo deus esta n o meu coraçao o mundo desde quando e mundo as pessoas sao rúins

bj eu