18 de abril de 2008

Ontem sonhaste com ele e não comigo.

Foi na mão dele que repousaste os teus sonhos e frustrações. Foi nos braços dele que adormeceste serena, sem esperar o amanhecer. Sonhaste com abraços e discussões, uma vida inventada pelo teu inconsciente inseguro. Mas foi nos olhos dele que te perdeste mais uma vez...não nos meus.
Ontem esperei por ti naquele lugar onde se espera pelos sonhos, adiei o sono na pressa de te encontrar. Tu não vieste. E o meu sonhar vagueou solitário na escuridão do teu silêncio. Não soube encontrar a tua mão, o teu sorriso...Fugiste-me.
Roubaste o meu tempo e correste para longe, escapaste da minha visão. E ontem não sonhaste comigo. Eu deixei a minha mente esquecida em ti, perdida pela noite. Fiquei sozinho - à tua espera. Mas ontem...ontem não foste minha. Sonhaste com ele, não comigo.

11 comentários:

Beks disse...

Podem mesmo haver noites que nos levam para longe de onde deveriamos estar...

Um sonho pode ser só um sonho... Ou talvez não.

Ai ai...
Dias de chuva.

Pen Drive disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
João Guilhoto disse...

nem tudo é perfeito na vida. por vezes somos traídos pelos nossos sonhos...

Gavi disse...

já tinha lido, pensei q tb já tinha cmentado.

s há coisa q naum controlas são os sonhos, e são eles q t destroem as barreiras e dizem qm é a pessoa q mais t diz. nem tds os dias correm cm esperamos, mas talvz corram rumo a algo melhor. acredito q sim =)

Bruno Pereira disse...

um belo texto ;). e apesar de ontem não ter acontecido..existirá sempre o amanhã

MiLady disse...

acho sempre q os sonhos querem dizer alguma coisa..

há quem diga que são os nossos desejos que não queremos admitir..talvez sejam..

não sei.

Eddie Hunter disse...

Eu não tenho muito jeito para isto, acho que sou bem melhor em conversas ao vivo (e daí talvez seja mau nas duas), mas até parecia mal já estar há tanto tempo sem comentar o teu blog =)

Talvez não tenha a ver exactamente com este post, mas acho que tem a ver com o sentimento geral dos últimos (sim fui lê-los!!!):
"Have we ever felt this way before?
Like the things we've weathered such might decay to something more,
Like the freshness, excitement might somehow give way to something like wisdom or truth.
It's the things we won't let settle but let set.
And "The best books of our lives haven't been written yet."
Defiance, Ohio

Há sempre mais coisas para viver... mesmo depois dos dias de chuva.

***

f7 disse...

ja ah muito tempo que nao lia algo assim! ;)

rouxinol de Bernardim disse...

O sonho comanda a vida... também ela nos trai, amiúde...

Leoa disse...

Um texto sem dúvida muito bonito. mas também revela bem a trsiteza. Quando nos fogem é porque nunca foram nossas essas pessoas e de nenhuma forma...


beijo*

fine thin hair disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.