12 de março de 2009

Desassossego

Subitamente paras. Sustens a respiração e tentas ouvir o silêncio, nada. Já não sabes o que te trouxe até aqui, mas sentes um enorme alívio na calma que te rodeia.
E ainda assim, não sabes como rotular o facto de teres o coração em alvoroço. Tens latente na pele um constante mutismo de palavras hostis, que te ecoam na mente e roubam a quietude que se abateu sobre ti.
Sentes que estiveste a correr durante demasiado tempo e agora paras e não tens posição, simplesmente não te lembras como é ter a respiração singela de quem não se esforça por continuar em movimento. É como ter as pontas dos pés suspensas num abismo, um desconforto seguro, uma inércia espartilhada pela integridade que te obrigas a preservar... uma insegurança que te faz questionar o momento seguinte.

7 comentários:

Anónimo disse...

Escreves cada vez melhor...*

www.manuelmarques.com disse...

Parabéns pelo texto, fica-me a faltar o teu livro (enviei a minha morada para o teu mail...)

(...)
No entanto no momento seguinte o abismo transforma-se em mais vida, apesar da insegurança, das fracassadas tentativas que o nosso sub-consciente nos inflige de forma a ficarmos parados a olhar para o desdém com que nos atacamos a nós próprios em vez de sair da toca!

Apesar de tudo se olhares para o lado alguma magia surtirá resultados inesperados!!!

Beijos e Abraços!!!

rcrosado disse...

1º comentário, mas está quase a fazer um ano que acompanho o teu blog, com muito gosto. Desassossego tem sido quase uma constante pra mim nestes últimos meses, mas tudo move-se em círculo e em ciclos...e vem aí mudança.
Se cuscares pelo meu perfil encontras o meu site, o blog com colegas da faculdade e por conseguinte o blog da Joana que também está pra lá meio escondido.
Beijinhos

João Guilhoto disse...

Cara Tatiana, tenho um blog novo, o outro vai morrer...

http://hermeneuticadapalavra.blogspot.com/

Beijinho grande e vê se dás notícias!*

Yamada Hanatarou disse...

Engraçado o look renovado... mas eu acho que mais engraçado seria o que eu pensei... coisas lol
*

Otário disse...

tens aqui um espalo bastante interessante...

Marta disse...

"A mim ninguém me liga", ouvi dizer.. ou terá sido "A mim ignoram-me"?

Não interessa.Não interessa, porque nem sequer chega a fazer sentido.

Sabes que sempre que lemos os teus textos neste blog,ficamos diferentes. E só pedimos que nos continues a brindar com o brilhantismo das tuas palavras.